Seguidores

Colegas, têm algum Portfólio/Dossier da vossa prática pedagógica?

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Nota importante

Bem, agora que estou de regresso, achei que devia partilhar convosco algo que aconteceu comigo. Algo que me leva a responder um redondo NÃO quando me enviam e-mails a pedir para enviar um documento qualquer já preenchido, apenas para terem uma ideia.

Em Outubro de 2011 recebi um e-mail de uma colega de profissão muito atrapalhada com estas coisas todas dos PI's e PAI's e afins. Muito aflita, a colega pedia se eu lhe podia enviar um já preenchido, para que ela tivesse uma ideia sobre como preencher o mesmo. Para mim nada de extraordinário, até porque também eu tive muitas dificuldades ao início e se tivesse tido alguém que me mostrasse um teria sido muito mais fácil.
Tive o cuidado de apagar todos os dados que pudessem identificar a criança a quem pertencia o Plano Individual (uma criança com 19 meses) e muito gentilmente enviei para a colega. Ela foi muito amável, respondeu a agradecer e tudo.

Ora tudo sucedeu este ano lectivo, para além das crianças que a minha sala já tinha, recebi algumas novas e como habitual peço sempre aos pais que caso tenham dossiers ou Portfólios já elaborados nas outras instituições que os tragam para que eu possa dar continuidade ao trabalho. Estava eu muito bem, a analisar um desses dossiers quando me deparo com um PI do ano anterior. Começo a ler e reparo que está 99,8% igual ao meu PI... hum, estranho no mínimo. É claro que os objectivos são os mesmos se mantivermos o Perfil de Desenvolvimento tal e qual como ele nos é apresentado pelo ISS, mas as actividades? Os materiais a usar? Achei aquilo estranho, muito estranho, ainda para mais porque no ano anterior a criança ainda não tinha os 18 meses a quando da data daquele PI... O nome da educadora pareceu-me familiar e como eu havia apenas enviado um PI já preenchido, resolvi ir ao e-mail e verificar.

Como o mundo é pequeno!
Quem diria que moravamos e trabalhavamos as duas na mesma cidade, ainda por cima uma cidade pequena do interior...
Foi constrangedor para mim, devo dizer, porque se tivesse sido ao contrário, eu teria ficado com uma ideia e criado o meu próprio PI a partir daquele. Até porque todas nós temos formas diferentes de trabalhar e de abordar as situações...

Na altura enviei um e-mail à colega, a felicitá-la pela criatividade e empenho na realização do seu trabalho, mas ao qual nunca obtive uma resposta...

E pronto, desabafei... mas pelo menos ficam a saber o porque do meu NÃO quando me pedem para enviar um exemplar já preenchido nos vossos e-mails.

Beijinhos,
a Educadora!

1 comentário:

Marysa disse...

Que abuso :( Mas olha a mim aconteceu-me um episódio parecido na faculdade...Já tinha terminado um trabalho para entregar e como a data de entrega se estava a aproximar, uma colega pediu-me uma ajudinha e eu enviei-lhe o meu trabalho feito para ela ter uma ideia do que era para fazer e fazer o dela...
Conclusão: Copiou o trabalho tal e qual , apenas mudou a capa e a letra. A professora chamou-nos ás duas e perguntou de quem era o trabalho e vá lá que ela disse a verdade... Mas a professora ameaçou-me com um zero e acabou por me dar uma positiva bem fraquinha :(
Remédio santo...deixei de ser ingénua e de ter sp vontade de ajudar os outros...nunca mais partilhei nada assim á toa e de boa vontade.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails